Antecipe-se aos ataques

A segurança nas TI é um processo constante – a gestão de vulnerabilidades fornece os alicerces.
Se conhecer antecipadamente as fragilidades da sua rede pode atuar em conformidade.
Altere a sua infraestrutura de segurança de “fail-safe” para “safe-to-fail”

Tenha a mesma visibilidade que um atacante quando se instala na sua rede.

Torne-se resiliente contra ciberataques.

RGPD: Artigo 32º – Segurança do tratamento – d) Um processo para testar, apreciar e avaliar regularmente a eficácia das medidas técnicas e organizativas para garantir a segurança do tratamento.

Devido às constantes tentativas de penetração nas redes TI, por parte dos atacantes, a maioria dos administradores de rede necessitam de uma ferramenta que de uma forma fácil, consistente e repetitiva, identifique as vulnerabilidades. Ou seja, de um modo simples e automático, podemos programar uma série de verificações para identificar problemas de segurança, com atualizações diárias e automáticas, incluindo senhas fracas.

A segurança é tão forte como o elo mais fraco

Gestão de Risco
As infraestruturas TI estão sempre a crescer, com complexos sistemas de dispositivos, aplicações, processos e dados armazenados, manipulados e distribuídos.
Estas infraestruturas podem tornar-se alvo de cenários graves de ameaças, riscos e impactos negativos em diversos níveis, bem como de múltiplas direções.
Conseguindo alcançar e manter um estado de resiliência sustentável, é ter uma imagem clara da corrente situação de segurança e dos riscos e vulnerabilidades da rede informática, de forma permanente.

O que é a gestão e vulnerabilidades?
A gestão de vulnerabilidades permite dar uma perspectiva da segurança informática de dentro para fora e de fora para dentro, relativamente à sua infraestrutura de rede. O objetivo é localizar qualquer tipo de vulnerabilidade que possa existir na sua infraestrutura de informática.

O processo – da monitoramento, à identificação e à solução – representa um ciclo continuo e um passo à frente dos cibercriminosos.
Com as nossas soluções de segurança pode garantir a eficácia dos anti vírus, firewalls, e outras ferramentas de segurança.

Identifique e faça a gestão de risco.
O sistema informático é sempre o alvo dos cibercriminosos.

As causas mais comuns de vulnerabilidades são configurações incorretas ou erros de programação, instalações não autorizadas ou violações das medidas de segurança.

Melhore a segurança com o nosso suporte
O VAS(vulnerability analysis system) vai testar automaticamente, todos os dispositivos ligados à rede, a mais de 58.000 vulnerabilidades. Receberá um relatório diário atualizado. A verificação de vulnerabilidades também informa sobre a gravidade do problema de forma a estabelecer prioridades e a apontar soluções.

A segurança é um processo
As soluções também fazem parte da gestão de vulnerabilidades. O seu reconhecimento leva-nos à resolução das fragilidades encontradas. Qualquer processo de gestão de vulnerabilidades deverá responder às seguintes questões:

    • Quem e que informação possui sobre vulnerabilidades e com que frequência?
    • Quem é responsável por essa informação?
  • Que soluções existem?

Estabelecer prioridades
Um servidor Web corre mais riscos que um sistema interno. Danos provocados ao hardware são mais caros de reparar do que um site web generalista. Daí a importância de estabelecer prioridades.

Instalar um “patch” ? Importante, mas não substitui a gestão de vulnerabilidades.
Mesmo os sistemas com todos os “patch” instalados requerem uma cuidada gestão de vulnerabilidades. Porquê?

    • Interdependência entre sistemas torna frequentemente impossível instalar um determinado “patch”. Razões plausíveis: aplicações empresariais específicas podem perder a certificação ou deixar de funcionar;
    • Nem todo o tipo de vulnerabilidades pode ser resolvido pela instalação de um “patch”;
  • Configurações erradas podem criar vulnerabilidades, mesmo com software atualizado. Alguns exemplos clássicos são passwords de administrador do tipo “123456” ou a exposição de portas para a Internet de serviços menos seguros.
1
×
Olá! Podemos conversar pelo whatsapp?